Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

“Não trabalho para empresa de ambientalista” - anônimo

Publicado em 14-12-2012 11:57

 ambientalista

 
Em uma visita tivemos uma conversa com um potencial cliente. Tratava-se do responsável pela área de meio ambiente de uma grande indústria alimentícia. Ele faz uma limpeza anual em tanques de armazenamento e tem um efluente bem concentrado.

 

Já havíamos enviado uma proposta comercial e queríamos saber se as condições estavam competitivas e se ele tinha interesse em conhecer as nossas instalações, onde o efluente seria tratado. Recebemos a resposta de que ele já havia aceitado a proposta de um concorrente com um preço de 70% menor que o nosso e que não tinha interesse em fazer uma auditoria ou sequer uma visita à nossa planta em Jundiaí.

 

Surpreso com a enorme diferença de preços, perguntei se estávamos falando do mesmo efluente ou se, por acaso, o concorrente tinha adquirido uma tecnologia muito diferente de tratamento, que possibilitaria tamanha economia.

 

Confirmado que se tratava do mesmo efluente e o método de tratamento biológico (o mesmo da Tera), tentamos explicar que a nossa empresa, apesar de visar o lucro (como toda empresa deve obrigatoriamente fazer para existir), trabalha com margens modestas, que não justificariam a diferença de quase 4 vezes nosso preço. Tentei influenciá-lo a fazer uma análise crítica da situação e, no mínimo, auditar a nós e o concorrente para ter uma base de comparação e poder decidir.

 

Sua resposta: “Se tiver CADRI, para mim está bom. Não trabalho para empresa de ambientalista”. A conversa terminou, mas a vontade foi responder que neste caso, o emprego dele é desnecessário. Se o CADRI resolve tudo, melhor contratar um despachante pois sairá infinitamente mais barato do que ter uma área responsável por meio ambiente que só se preocupa com a obtenção deste documento.

 

No Estado de São Paulo, CADRI é documento obrigatório para boa parte dos resíduos industriais enviados para centrais de tratamento. No entanto, ele não exime o gerador do resíduo de responsabilidade. A lei brasileira é clara (e neste caso, sábia) na instituição da corresponsabilidade por crimes ambientais. Veja nosso blog post que indica os artigos da lei a este respeito: Corresponsabilidade ambiental - 3 motivos para ser diligente na contratação de serviços ambientais.

 

Qualquer indústria que se preze, se preocupa com a qualidade das suas matérias-primas. Por que não deveria se preocupar com a qualidade dos seus fornecedores de serviços ambientais?

 

A Tera não é uma “empresa de ambientalista”. Somos uma empresa de serviços ambientais que ajuda seus clientes a reciclarem de forma correta, segura e legal alguns de seus resíduos. 

 

Quer saber detalhes sobre nossa atuação? Confira nosso vídeo institucional:

 

 
CTA - Guia para destinação e tratamento de efluentes

Tópicos: consciência ambiental, tera ambiental, cadri, coresponsabilidade ambiental, indústria alimentícia, destinação de efluentes

Deixe seu comentário

 

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados