Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Como o tratamento biológico de efluentes pode ajudar sua empresa na gestão de resíduos

Publicado em 10-05-2017 9:19

Como o tratamento biológico de efluentes pode ajudar sua empresa na gestão de resíduosA geração de efluentes é algo intimamente ligada à capacidade de produção de uma empresa, contudo, este tipo de resíduo não está isento de cuidado e atenção ímpar ao seu tratamento e descarte. Quando o tratamento não é realizado de maneira adequada, a empresa e seus gestores estão expostos a autuações, multas e penalidades, fato que demonstra a tamanha importância dessa atividade.


Ao adotar práticas sustentáveis, é possível evitar problemas operacionais, ficar em dia com a legislação ambiental e construir uma imagem positiva perante ao público em geral.

 

Para definir o tipo de tratamento para os resíduos líquidos, é importante avaliar as cargas de poluição com base na vazão e composição do efluente industrial. O assunto é extenso, por isso vamos mostrar nesse artigo como o tratamento biológico pode resolver os problemas ambientais das empresas.


Tratamento de efluentes: Principais características


Para fácil entendimento, a escolha do tipo mais adequado de tratamento depende das características físicas, químicas e biológicas dos efluentes, considerando também as variações de volume gerado e o potencial de toxicidade definido a partir de análise laboratorial prévia.


As características do efluente industrial variam conforme o ramo de atividade da indústria, operação, matérias-primas utilizadas, etc. Consequentemente, o efluente líquido também tem diversas propriedades: pode apresentar sólidos em suspensão em maior ou menor concentração, com ou sem coloração, com contaminantes orgânicos ou inorgânicos, com temperatura baixa ou elevada.


O tratamento biológico resolve boa parte dos problemas ambientais das empresas, pois se baseia na ação metabólica de microrganismos, principalmente nas bactérias, para estabilizar o material orgânico biodegradável em um ambiente seguro e controlado, apto para o desenvolvimento dessas atividades.


Outra vantagem para quem opta por essa alternativa é de não se preocupar com investimentos na construção, operação e manutenção da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) e, consequentemente, não assumir grande parte dos riscos operacionais, trabalhistas e ambientais, deixando todo o trabalho nas mãos de especialistas qualificados e habilitados a realizarem essa atividade com segurança. Ao final o cliente recebe documentos que comprovam o tratamento e a destinação correta e que devem ser usados como comprovação em fiscalizações de órgãos ambientais.


Leia mais em:

Implicações do não tratamento de efluentes


Apesar da sustentabilidade e adoção de políticas ambientais já fazerem parte da agenda de várias empresas, independentemente do tamanho, ainda vê-se certa resistência na incorporação de práticas “com pouco retorno”. Todavia, o tratamento de efluentes proporciona benefícios legais, comerciais e econômicos para uma empresa.


O não tratamento de efluentes pode impactar negativamente em vários setores, tanto público, quanto privado. Citaremos alguns abaixo:

  • Meio Ambiente

A mudança climática colocou esse assunto em pauta de diversas pessoas desde influenciadores da sociedade, ambientalistas, governantes, cientistas e também empresários. Busca-se opções viáveis por meio de leis e normas ambientais regularizar todo o processo de tratamento de efluentes, desde o transporte até o descarte final.

Entre as principais leis estão:

Tais normativas buscam oferecer e fiscalizar o tratamento de resíduos e efluentes no País.

  • Crime Ambiental  

Em conjunto à tentativa de conscientização e prevenção, às leis ambientais brasileiras também discorrem sobre as punições para as empresas que não realizam o tratamento de seus efluentes ou o fazem de forma irregular. Nesse âmbito, destaca-se o Decreto Estadual 8468 de 1976 e o Conama 367, duas normativas rígidas quanto ao descarte de efluentes em rios e lagos sem o devido tratamento.


Além de autuações, multas e paralisação das atividades, os responsáveis por essa atividade ainda podem ser enquadrados em leis de corresponsabilidade ambiental, cabível de prisão.

  • Perda ou suspensão de financiamentos

Um dos pontos de argumento de profissionais que não veem vantagem no tratamento de efluentes está no impacto que tal atividade teria em seu financeiro. A questão é que com o avanço das leis ambientais, as empresas estão suscetíveis a perder financiamentos em órgãos governamentais e já vemos até empresas privadas darem prioridade a empresas que realizam esse tipo de prática.


De acordo com a Lei nº 6.938/81, artigo 12, é possível uma empresa sofrer sanção administrativa por danos causados ao meio ambiente, resultando em perda ou suspensão de participação em linhas de financiamento público.

  • Imagem institucional

Com a sociedade cada vez mais envolvida em questões ambientais, as empresas estão cada vez mais preocupadas em realizar atividades que vão de encontro à essa demanda. Segundo pesquisa da Meaningful Brands: Um impacto positivo, 55% das pessoas estão dispostas a pagar mais caro por marcas que causam um impacto positivo no mundo.


Entre os casos mais conhecidos no Brasil e no Mundo, em um período recente, estão a quebra da barreira em Mariana (MG), o derramamento de óleo no Golfo do México, incêndio de tanques químicos em Santos em 2015. O impacto negativo no meio ambiente é visto como um dos cenários mais difíceis na recuperação de confiança dos consumidores.


Atualmente, a questão ambiental é um ponto essencial dentro de qualquer planejamento empresarial. A geração de resíduos representa uma possibilidade de transformar o que era visto como algo descartável, como matéria-prima para outros setores. Por meio de diferentes técnicas, como a aeróbia, empresas contratadas possibilitam às geradoras desse resíduos adequação quanto as leis ambientais, certeza de destinação correta dos efluentes e também ajudam a alcançar as metas ambientais, fatores que impulsionam a confiabilidade do público e assim aumentam as oportunidades de negócios. 

 

A Tera Ambiental é uma empresa experiência que visa oferecer a empresas geradoras uma opção eficiente, logística rápida e segurança no tratamento e descarte dos efluentes. Conheça mais sobre esse nosso serviço e como podemos ajudar a sua empresa.

CTA - Guia do tratamento de efluentes

Tópicos: tratamento biológico, tratamento de efluentes, Gestão de Resíduos

Deixe seu comentário

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados