Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

A importância da limpeza periódica da fossa séptica e caixa de gordura

Publicado em 13-06-2013 7:46

Além dos diversos tipos de efluentes industriais, lodo líquido de ETE e chorume classe II provenientes de aterros sanitários, os efluentes acumulados em fossa séptica, sumidouro e caixa de gordura, mais conhecidos como efluentes domésticos, também precisam ser tratados antes de serem descartados no meio ambiente.

Algumas empresas têm dúvidas sobre esses tipos de efluentes e o que devem fazer para a limpeza e destinação para tratamento, com isso decidimos criar esse artigo para esclarecê-las:

 

Caixa de Gordura

Caixa de Gordura

Caixa de Gordura-Imagem meramente ilustrativa

A caixa de gordura é essencial para a manutenção da rede hidráulica de residências, comércios e, principalmente, restaurantes de indústrias ou restaurantes comerciais já que o volume de efluente gerado é maior. Para que ela seja eficiente, é necessário seguir as características recomendadas pela norma brasileira 8160, da ABNT. Entre as disposições da normativa, estão os tamanhos mínimos e capacidade do sistema que varia de acordo com o tamanho do estabelecimento. A norma não estabelece, no entanto qual o tipo de material que deve ser feita a caixa e a escolha fica a cargo da empresa ou proprietário do imóvel.

 

Para garantir o livre fluxo de funcionamento da rede coletora de esgotos domésticos, as caixas de gordura requerem limpeza periódica. A medida evita que dejetos e resíduos oleosos sejam despejados diretamente na superfície do solo, a proliferação de vetores como baratas, ratos, insetos e contaminem galerias de águas pluviais. Esse efluente possui uma carga orgânica mais alta que a fossa séptica e quando disposto de forma incorreta pode causar sérios impactos ao meio ambiente, por isso seja responsável e sempre destine corretamente seus resíduos.

 

Fossa Séptica / Sumidouro

Fossa Séptica

Fossa Séptica-Imagem meramente ilustrativa

A fossa séptica e o sumidouro são utilizados em residências, restaurantes, comércios, condomínios, indústrias, shoppings, entre outros estabelecimentos, quando não possuem rede coletora de esgoto, geralmente zona rural ou em área isoladas. A limpeza periódica e destinação correta são importantes para evitar transbordamentos e combater a proliferação de pragas e mau cheiro que podem surgir.

 

O efluente proveniente de fossa séptica é gerado em sanitários, vestiários e restaurantes (após passar pela caixa de gordura). Para que não seja descartado em rios e no solo sem tratamento, o que prejudica o meio ambiente e a saúde pública, a limpeza deve ser feita por empresas especializadas e certificadas por órgãos competentes, que fazem a sucção e transporte por meio de caminhões equipados.

 

Regulamentação

Alguns municípios como o Rio de Janeiro e Santos sancionaram leis municipais que estabelecem a obrigatoriedade da limpeza periódica das caixas de gorduras de uso não residencial, nas quais são realizadas atividades que incluam o preparo de alimentos. E que quem não respeita a legislação nesses casos está sujeito a penalidade com multa. Em caso de reincidência, a penalidade terá o valor dobrado.

 

Destinação e tratamento

Para os casos mencionados, o indicado é a contratação de empresas especializadas neste tipo de serviço. Uma transportadora deve ser responsável pela limpeza com caminhões e equipamentos próprios, retirando o acúmulo de todo o líquido e sólidos presentes. Em seguida destinam para empresas como a Tera Ambiental para tratamento adequado dos efluentes.

 

ETEJ - Estação de Tratamento de Esgoto de Jundiaí
ETEJ - Estação de Tratamento de Esgoto de Jundiaí recebe e trata efluentes 
industriais e domésticos

Caso queira obter a lista de transportadoras homologadas pela Tera acesse o link “Baixe a lista de transportadoras homologadas da Tera”.

Para você que precisa destinar os efluentes domésticos, entre em contato conosco e fale com um de nossos especialistas, garantimos um ótimo atendimento e suporte total para solucionar esses problemas.

 

CTA - Guia do tratamento de efluentes 

Tópicos: efluente doméstico, fossa septica, caixa de gordura, esgoto sanitário

Deixe seu comentário

 

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados