Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

3 passos para realizar a limpeza da fossa séptica e caixa de gordura

Publicado em 04-09-2015 14:15

3 passos para realizar a limpeza da fossa séptica e caixa de gordura
Empresas vem se preocupando cada vez mais com o impacto que seus resíduos podem causar no meio ambiente e qual o melhor destino para eles. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, a indústria consome aproximadamente 22% de toda a água potável disponível no planeta. Isso faz com que o setor industrial gere uma grande quantidade de resíduos líquidos que necessitam de tratamento para evitar a poluição.
 
Além dos efluentes industriais, os resíduos domésticos provenientes de caixas de gordura e fossas sépticas também merecem uma atenção especial, pois precisam de tratamentos adequados. Saiba como realizar a limpeza da fossa séptica e da caixa de gordura em 3 passos!
  

1. Entre em contato com a empresa que receberá e tratará os efluentes

A caixa de gordura é utilizada em residências, restaurantes , comércios, condomínios e indústriais que realizam atividades em suas cozinhas. Já a fossa séptica é uma solução para acumular principalmente esgotos sanitários para estabelecimentos que não possuem sistema de coleta de esgoto.
 
É recomendado que se realize a limpeza periódica de ambos para que se evite a proliferação do mau cheiro, além do transbordamento dos efluentes — que podem causar problemas à saúde. Os resíduos provenientes da caixa de gordura são compostos, principalmente, pelo acúmulo do resto de alimentos. São gordurosos ou sólidos e podem bloquear o encanamento, causando problemas de entupimento. Os efluentes das fossas sépticas são gerados por sanitários e resíduos após a passagem pela caixa de gordura.
 
Existem diversas empresas especializadas no tratamento dos efluentes das caixas de gordura e fossas sépticas. Por isso, após o morador ou o dono do negócio constatar que a limpeza deve ser realizada, é importante entrar em contato com a companhia que possua experiência e ofereça a garantia de que o método para o tratamento dos seja eficiente.
 

2. Agende a limpeza e coleta com a transportadora

A maioria das empresas que fazem o tratamento dos efluentes não oferecem transporte, nesse caso, é necessário agendar também com uma transportadora terceirizada para fazer a coleta do material. E para facilitar o processo, divulgamos no nosso site uma lista de transportadoras homologadas na Tera.
Após definir a empresa, agende um horário em que você estará disponível para acompanhar o procedimento e verificar a eficiência do serviço.
 
Geralmente, a coleta dos efluentes é realizada através de um caminhão com uma bomba auto-vácuo acoplada, e a retirada será feita de uma maneira segura, sem que ocorram vazamentos no ambiente.
 

3. Gere a remessa e monitore o recebimento dos resíduos

Com uma plataforma online que permita realizar o monitoramento dos efluentes provenientes das fossas sépticas e caixas de gordura, é possível consultar as informações desde a geração da remessa até o recebimento na empresa de destinação. Geralmente, é preciso ter um login e senha para ter acesso, gerados após o cadastro do cliente. Lá estarão contidas as informações sobre o tipo e o volume de efluentes retirados, além dos dados da transportadora que realizou a coleta dos rejeitos. Um exemplo é a exclusiva plataforma online é o SISREM.
 
Como os efluentes não devem ser descartados diretamente no meio ambiente, pois podem causar sua degradação e prejudicar a saúde pública, é por meio dessas plataformas online de monitoramento que você tem a certeza de que os efluentes recolhidos estão recebendo o tratamento adequado, podendo acompanhar todo o processo. A melhor opção, portanto, é contratar empresas especializadas, que poderão realizar a limpeza e o tratamento de maneira correta e segura. Solicite também o CDF - Certificado de Destinação Final que comprovará que os efluentes provenientes de fossa e caixa de gordura foram tratadas corretamente.
 
E você, já pensou em como a limpeza e tratamento das caixas de gordura e fossas sépticas é importante? Já realizou esse procedimento ou ainda tem dúvidas sobre ele? Deixe um comentário aqui no blog e conte para nós!
New Call-to-action
 
 

Tópicos: caixa de gordura, efluente sanitario

Deixe seu comentário

 

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados