Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Conheça algumas práticas de empresas “amigas do meio ambiente”

Publicado em 02-12-2015 17:25

sustentabilidade ambiental

O mundo caminha em direção a um novo modelo de negócios baseado na sustentabilidade ambiental. Empresas que já saíram na frente em investimentos para alcançar tal objetivo hoje já colhem os frutos, percebidos no respeito dos consumidores que passam a identificá-las como as mais "amigas do meio ambiente".


Na indústria cosmética, podemos citar ao menos quatro companhias merecedoras desse título: Natura, L'Oréal, Unilever e Boticário. Para elas, a responsabilidade ambiental se apresenta como questão cada vez mais importante no seu comportamento e exerce grandes impactos nas suas estratégias, missão e valores.


Valorização da marca

Essas empresas são cientes do compromisso de preservação ambiental enquanto agentes sociais, mas sabem também que proteger o meio ambiente gera impacto social positivo, que satisfaz o desejo cada vez maior de consumidores por produtos sustentáveis. O resultado é o fechamento de um ciclo satisfatório – quanto mais cuidado com os clientes e seus interesses, mais vendas e, consequentemente, mais lucros.


Por meio de produtos sustentáveis, se constrói uma marca preocupada em proteger o meio ambiente, ao mesmo tempo em que incentiva clientes a tomarem decisões de compra mais inteligentes e adotarem ações responsáveis também em seu dia a dia. Isso representa um mundo melhor para todos.

 

Produção sustentável

As empresas de cosméticos são grandes geradoras de resíduos e um importante desafio está em como equacionar mais produção com menos impacto negativo ao meio ambiente. A maioria ainda está amadurecendo essa ideia, mas algumas já percebem que critérios ambientais oferecem oportunidade também de cortar custos e se diferenciar da concorrência.


O primeiro passo é estabelecer metas e compromissos para aquisição de matérias-primas de origem certificada, usar embalagens recicláveis, utilizar mais racionalmente recursos como água e energia elétrica, controlar a emissão de poluentes e, claro, tratar, destinar e reciclar adequadamente os efluentes gerados pela empresa.

 

Na sequência, surge a necessidade de controlar a emissão de poluentes e, claro, tratar e destinar adequadamente os resíduos gerados pela empresa – companhias do setor são grandes geradoras de efluentes e o cuidado com a reciclagem desses resíduos contribui diretamente para reduzir os passivos ambientais e cumprir com a legislação em vigor.


O quanto antes as empresas derem conta da importância de se tornarem “amigas do meio ambiente”,

maiores são as suas chances de competirem no novo cenário que se impõe, no qual , moral e social.

 

CTA - Guia para destinação e tratamento de efluentes

 

 

Tópicos: industria de cosméticos, meio ambiente, Práticas amigáveis

Deixe seu comentário

 

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados