tratamento-de-efluentes-tear-ambiental
tratamento-de-efluentes-sanitários-tera-ambiental
fertilizante-orgânico-composto-SaneFértil

Dicas para otimizar a responsabilidade socioambiental da sua empresa

Publicado em 13-06-2014 8:29

Dicas para otimizar a responsabilidade socioambiental da sua empresaCom a crescente conscientização dos cidadãos, dos governos em todas as suas esferas e também do meio corporativo, a responsabilidade socioambiental se tornou uma preocupação da sociedade em seus segmentos mais distintos. No que diz respeito ao papel das empresas, a coerência entre a ética nos negócios e a consideração para com o meio ambiente permeia cada vez mais as relações entre empreendimentos e consumidores. Não é para menos: se por um lado a empresa adquire (dentre outras vantagens) um enorme ganho com sua imagem pública, por outro os consumidores podem arrematar produtos que agridem cada vez menos a natureza em seu processo de produção e distribuição.

 

Em um processo benéfico para todos os lados envolvidos, o desenvolvimento sustentável ganha mais destaque e espaço na atualidade devido à maior proatividade dos indivíduos para se unirem em prol da causa de um planeta mais equilibrado em todos os seus âmbitos. Neste quadro, a França foi o primeiro país a formalizar a questão e impor às empresas o dever de realizar balanços periódicos de seu desempenho social, abrindo as portas para o tema do meio ambiente na sequência. Do discurso à prática, conheça como a responsabilidade socioambiental pode ser otimizada na sua empresa por meio de uma gestão mais estratégica:

 

O respeito ao meio ambiente como parte dos valores da empresa

A postura consciente, independente do que preconiza a legislação ambiental brasileira, deve fazer parte dos valores da empresa. É preciso estabelecer, antes de mais nada, o respeito por meio da adoção de práticas em favor da sociedade e do meio ambiente, encarando as ações preventivas e sustentáveis como meta final. A empresa que investe em açõs ambientais responsáveis beneficia o colaborador, constrói uma imagem positiva no mercado e também sai na frente em produtividade, inovação e satisfação ao cliente.

 

Os benefícios da inclusão da responsabilidade socioambiental na gestão

Para as empresas e indústrias que investem na gestão socioambiental como tópico relevante de suas agendas, há inúmeras vantagens. Além do ganho de imagem pública positiva e de vendas, há a possibilidade de investimentos estrangeiros, já que esse quesito tem um importante peso na seleção desses negócios para receber o benefício.

 

Para que os empreendimentos possam usufruir desses frutos, no entanto, vale destacar que é preciso que todas as suas ações nesse sentido sejam comunicadas à sociedade e stakeholders. A comunicação adequada das ações socioambientais gera mídia espontânea e retorno publicitário à empresa, além de reconhecimento por sua postura de respeito à natureza e ao capital humano. Outro cuidado necessário por parte das indústrias é o de prestação de contas aos investidores e à sociedade, o que denota apreço e crescimento planejado, minimizando riscos judiciais. Transparência é a palavra de ordem.

 

Exemplos práticos: como implantar e otimizar a responsabilidade socioambiental nas corporações?

Gerenciar o ciclo de vida dos produtos, desde sua concepção até o descarte pelo cliente, é o primeiro passo do planejamento. Outros bons exemplos são o reúso da água dentro do processo produtivo e a criação de um sistema de reciclagem dos resíduos sólidos, assim como o uso de fontes de energia limpas e renováveis no processo produtivo. A empresa deve implantar sistema de gestão ambiental eficiente, comprar matérias primas de empresas que compartilham dessa postura e dar prioridade aos sistemas de transportes não poluentes com baixo índice de poluição (como ferroviário e marítimo), adotando práticas que não provoquem danos ao meio ambiente. A poluição de rios e os desmatamentos, ainda comuns no meio industrial, são exemplos de práticas que acarretam prejuízos ecológicos e também comprometem a imagem e o crescimento sustentável dos empreendimentos.

 

Os funcionários também devem ser envolvidos por meio de um treinamento que enfoque a importância da sustentabilidade: é importante que o público interno seja o primeiro a assumir uma atitude sustentável. De fato, é somente através da conscientização dos colaboradores que as atitudes sustentáveis se transformam em hábitos permanentes. Fornecedores também devem fazer parte deste ciclo, e a comunidade precisa ser incentivada a compartilhar desses valores adotados pela empresa.

 

Para implantar as ações acima como pertencentes ao modelo de gestão da sua indústria, 3 passos essenciais se fazem necessários:

 

  • Criar e implementar diretrizes estratégicas que explicite as novas metas e princípios socioambientais da empresa e integrá-la aos processos cotidianos, compartilhando-a com funcionários e dirigentes;

  • Formular um código de ética que formalize e consolide os valores instituídos, de modo que funcionários e dirigentes tomem decisões coerentes com esses valores;

  • Implementar uma política corporativa de responsabilidade socioambiental, com o intuito de avaliar os processos da indústria de maneira conivente com suas metas e necessidades internas e também com as demandas e valores da sociedade, do governo, do mercado e do meio ambiente.

E você, já adota princípios socioambientais na sua indústria? De quais ações lança mão para fazer a sua parte para um modelo de gestão sustentável? Deixe seu comentário e divida suas experiências e dúvidas conosco!

 

CTA - Guia para destinação e tratamento de efluentes

Tópicos: Desenvolvimento Sustestável, responsabilidade socioambiental

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
CTA - Terminologia Ambiental

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais