Para que uma indústria tenha pleno funcionamento, ao mesmo tempo em que evita desperdícios e prejuízos, é necessário que a gestão cumpra uma série de procedimentos essenciais. Entre eles está o correto tratamento de efluentes industriais, comumente gerado nas etapas do processo produtivo.

Um dos principais motivos é o uso intensivo da água pelo setor industrial, que segundo a Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil chega a 9,5% anualmente, ou seja, um consumo de 105 m³/s. Além desses números, o relatório também aponta que para diferentes fins, a retirada irá aumentar 30% até 2030.

Considerada um recurso natural renovável, a água consegue recuperar suas qualidades se for tratada de forma adequada. Ao contrário, se houver negligência por parte das organizações, os efluentes podem contaminar uma variedade de corpos d'água, gerando graves consequências aos agentes envolvidos.

Além disso, a partir da preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade, as empresas melhoram sua imagem institucional, valorizando cada vez mais a responsabilidade ambiental em suas atividades.

Se você já sabe o que são efluentes e também já identificou a necessidade de tratá-los, vá direto para o tópico Por que optar pelo tratamento de efluentes offsite ou Quais aspectos considerar na escolha do parceiro responsável pelo tratamento de efluentes?.

Como identificar a necessidade de realizar o tratamento de efluentes?

A legislação brasileira é rigorosa quando se trata do tratamento de efluentes industriais. Para que estejam regularizadas, as empresas devem estar de acordo com resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), além de leis estaduais e municipais.

Esse controle não se dá à toa. As indústrias são as maiores poluidoras do Brasil e despejam diariamente um grande volume de rejeitos tóxicos nas águas de córregos, rios e lagoas, contaminando o solo e lençóis freáticos.

Desse modo, os gestores devem entender a necessidade do descarte e tratamento correto dos resíduos. Isso inclui fazer uma análise minuciosa das características de cada efluente, além de suas condições de tratabilidade, que indicam as técnicas mais adequadas.

Para identificar todas as demandas em relação aos resíduos gerados na produção e outras atividades, é possível envolver setores ligados à operação e manutenção, meio ambiente, qualidade, saúde e segurança, suprimentos e compras, por exemplo. As áreas podem contribuir no entendimento e influência das necessidades e oportunidades geradas pela gestão adequada dos resíduos e na modalidade de tratamento ideal para cada empresa.

Qual a importância de realizar um tratamento adequado?

Como citamos, a destinação de resíduos industriais de maneira apropriada é uma questão legal. O CONAMA, por meio das resoluções 410/2009 e 430/2011, estabelece critérios sobre a classificação dos corpos d’água superficiais e diretrizes ambientais para seu enquadramento, assim como as condições e parâmetros para o lançamento de efluentes

As normas reúnem uma série de definições com base na aptidão natural dos cursos d'água, observando sua qualidade, capacidade, entre outras características. Elas servem de referência para indústrias que pretendem investir ou adaptar a operação de tratamento de acordo com as exigências apontadas.

É claro que o lançamento de efluentes não pode conferir ao corpo receptor características que estejam em desacordo com as metas estabelecidas na legislação, devendo ser levado em conta seu enquadramento para que sejam estabelecidos os parâmetros adequados.

Há, ainda, o Decreto 8468/76, que determina como deve ser o descarte de efluentes no Estado de São Paulo, tanto para lançamento direto no corpo d'água, quanto no indireto (terceirização). Em ambas as situações, empresas que descumprem a lei estão sujeitas a multas e autuações aplicadas pela CETESB, órgão fiscalizador.

Porém, não é só para cumprir requisitos legais que o tratamento de efluentes é importante. Como citamos, há uma série de outras vantagens que podem ser obtidas. Entre elas estão:

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/1-1.png

    auxilia na preservação ambiental e previne danos de alto impacto no ecossistema;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/2-4.png

    evita alteração das características do solo e da água, além da poluição e da contaminação dos recursos naturais;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/3-7.png

    melhora a qualidade de vida da população da região, já que minimiza o lançamento de efluentes responsáveis pela proliferação de doenças, como hepatite A e cólera;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/4-5.png

    contribui para a boa imagem e resultados da empresa graças a ações ambientalmente corretas;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/5-4.png

    evita prejuízos financeiros que podem levar até mesmo à paralisação das atividades;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/6-1.png

    otimização das operações e minimização de custos da empresa.

Em qualquer uma das modalidades de tratamento as empresas conquistam esses benefícios. Entretanto, é importante escolher aquela que mais se adequa às demandas e orçamento.

Tratamento onsite ou offsite: qual é a melhor opção?

Para definir o tipo de tratamento para os resíduos líquidos, é importante avaliar as características dos poluentes com base na vazão e composição do efluente industrial. O assunto é um pouco complexo, por isso contar com empresas especializadas é fundamental para evitar que ocorram imprevistos.

Para fácil entendimento, o tipo de tratamento de efluentes industriais depende das características físicas, químicas e biológicas, as variações de volume de geração e o potencial de toxicidade definido a partir de análise laboratorial prévia. As características do efluente industrial variam conforme o ramo de atividade da indústria, operação, matérias-primas utilizadas, etc. Consequentemente, o efluente líquido também tem diversas propriedades: pode apresentar sólidos em suspensão em maior ou menor concentração, com ou sem coloração, com contaminantes orgânicos ou inorgânicos, com temperatura baixa ou elevada.

Porém, a falta de informação pode se tornar uma barreira para realizar o tratamento correto, que praticamente se apresenta em duas alternativas: onsite e offsite.

Tratamento de efluentes OnSite

Tratamento de efluentes onsite

Nesse método, a construção, operação e manutenção do sistema de tratamento do efluente é realizada in loco, com recursos específicos da própria empresa ou da terceirizada contratada, que também será a responsável por todos os procedimentos relacionados à implantação, operação, manutenção, tratamento e encaminhamento adequado do efluente tratado.

Tratamento de efluentes offsite

Alternativa segura e viável para geradores que não usufruem de um sistema de tratamento próprio ou compatível para o descarte do efluente direto à natureza. Esse método se dedica a coletar os resíduos e destiná-los a centrais de tratamento especializadas, sem interferir nas operações da empresa.

Tratamento de efluentes Offsite

Por que optar pelo tratamento de efluentes offsite?

Ao optar pelo tratamento offsite, com a contratação de empresa terceirizada, a indústria geradora agrega agilidade, segurança e eficiência ao cumprir requisitos legais. Entre as principais vantagens, estão:

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/gestao-simplificada.png

    Gestão simplificada

    Quando realizam a terceirização para o tratamento de efluentes, as indústrias passam a direcionar esforços para o core business. Além disso, contam com soluções dedicadas às necessidades específicas de cada empresa.

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/custo-de-uma-ete.png

    Custos de uma ETE

    A construção de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) envolve uma série de exigências que são eliminadas por meio da modalidade offsite. Entre eles podemos citar o projeto e construção da estrutura, a implementação de rede quando necessário e as despesas com a destinação final do lodo gerado. Além disso, é comum que a empresa precise contratar técnicos e especialistas para operá-la, o que traz custos com folha de pagamento e outros encargos.

    Na modalidade de tratamento offsite, não há esforços para construção, operação e manutenção da estação de tratamento de esgoto (ETE). Consequentemente, as empresas não assumem grande parte dos riscos operacionais, trabalhistas e ambientais.

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/monitoramento-e-gestao.png

    Monitoramento e gestão

    Para estarem de acordo com a legislação ambiental, as organizações devem ficar atentas aos processos que envolvem o tratamento de efluentes.

    Isso inclui a emissão e acompanhamento dos documentos de destinação de resíduos junto aos órgãos responsáveis. Em São Paulo, por exemplo, algumas documentações obrigatórias são o CADRI, CDF (certificado de destinação de final) e inventário de resíduos.

    A partir do momento em que há a contratação do tratamento de efluentes offsite, a empresa contratada auxilia em todos os processos exigidos para o início da coleta, transporte e tratamento. Incluí-se a coleta de amostras para análise dos efluentes através de laboratórios acreditados pela ISO/IEC 17025, até o preenchimento de cadastro e requisitos no PLA - Portal de Licenciamento Ambiental da CETESB, pagamento de taxa e protocolo.

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/qualidade.png

    Garantia de qualidade

    A comprovação da qualidade, competência e seriedade dos serviços é acompanhado por certificações e acreditações que garantem que os procedimentos estão de acordo com as principais normas de melhoria contínua como as normas ISO 14001 e ISO/IEC 17025 . Além disso, devem ter características que representam a busca constante pela excelência, como competência, flexibilidade, respeito, iniciativa, ética, integridade e comprometimento.

    A terceirização dos serviços une profissionais especializados, processos operacionais e administrativos maduros, além do apoio de laboratórios de análises credenciados pelo Inmetro. O resultado é um tratamento adequado e seguro, direcionado a cada tipo de efluente gerado.

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/descarte.png

    Descarte correto

    Mesmo quando uma indústria realiza o tratamento de efluentes offsite, pode se tornar corresponsável no caso de danos ambientais que envolvam quaisquer etapas. Por isso, o parceiro escolhido deve assegurar, por meio de certificados e atestados, que os resíduos foram destinados de forma apropriada, sem riscos de passivos ambientais.

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/economia.png

    Economia circular

    O tratamento de efluentes gera uma grande quantidade de lodo resultante do processo. Esse resíduo, se for destinado incorretamente, pode resultar em sérios prejuízos para as empresas, que são vistas como corresponsáveis nos casos de danos ambientais, conforme já citado anteriormente.

    Uma estratégia que contribui para a sustentabilidade e economia circular, além de isentar as organizações de passivos ambientais, é a reciclagem do lodo. Nesse caso, os resíduos passam por compostagem e são transformados em fertilizante orgânico composto, rico em nutrientes e matéria orgânica.

Quais aspectos considerar na escolha do parceiro responsável pelo tratamento de efluentes?

Ao optar pelo tratamento offsite, com a contratação de empresa terceirizada, a indústria geradora agrega agilidade, segurança e eficiência ao cumprir requisitos legais. Entre as principais vantagens, estão:

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    checar o reconhecimento de órgãos ambientais e licenças de operação exigidas;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    verificar se a destinação de resíduos industriais é feita corretamente, de modo a não gerar passivos ambientais;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    questionar sobre os procedimentos de rastreabilidade, que comprovem o recebimento do efluente;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    verificar se o parceiro possui as certificações e acreditações que garantem um tratamento feito dentro das leis ambientais;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    checar todos os pontos relevantes, desde a gestão até a comprovação do tratamento por meio do Certificado de Destinação Final  (CDF) e inventário de resíduos.

A partir dessas ações, a escolha de uma empresa especializada para o tratamento de efluentes offsite se torna muito mais assertiva. Veja aqui um checklist que preparamos que avaliem a qualidade e comprometimento ambiental de um parceiro potencial.

Porque escolher a Tera Ambiental como parceira no tratamento de efluentes industriais?

O grande diferencial da Tera Ambiental é a reciclagem de efluentes, que contribui para a não geração de passivos ambientais no processo, já que todo o lodo proveniente do tratamento de efluentes é reaproveitado na compostagem, junto a resíduos sólidos orgânicos industriais e agroindustriais.

Com isso, além de colaborar com a economia circular, há a garantia de que a indústria escolheu a destinação ambientalmente mais correta e segura, evitando autuações e outras penalizações.

Além de auxiliar no processo das documentações necessárias, como o CADRI, a Tera ainda complementa o quadro de certificações com o selo IBD,  relacionado ao trabalho de reciclagem de efluentes.  O resultado é um processo eficiente, agregado a uma opção ambientalmente correta e segura.

Outros diferenciais da empresa são:

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    destinação adequada dos efluentes industriais;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    suporte técnico para a solicitação do CADRI;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    possui um processo ágil de descarte;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    recebimento de efluentes 24h por dia, nos 7 dias da semana (incluindo feriados);

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    monitoramento de descarte por meio da plataforma SISREM, que rastreia todas as etapas do tratamento;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    emite o CDF (certificado de destinação final) - comprova o recebimento e tratamento dos volumes recebidos;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    disponibiliza o AT - Atestado de Tratamento (exclusividade Tera Ambiental) - documento que comprova o atendimento aos parâmetros estabelecidos na legislação;

  • https://cdn2.hubspot.net/hubfs/212749/longpost/Descomplicando%20tratamentos/vetor-triangulo.png

    trabalha de forma sustentável transformando o lodo proveniente do tratamento de efluentes em um fertilizante orgânico composto (TeraFértil).

Ferramentas Tera Ambiental

A Tera Ambiental também preza pela informação de qualidade, solucionando dúvidas e necessidades dos clientes por meio de diversas ferramentas. Entre elas estão materiais como e-books, infográficos e checklists sobre cada processo, todos gratuitos e disponibilizados na Biblioteca digital. Além disso, a empresa lançou duas ferramentas exclusivas:

Calculadora de resíduos

Calculadora de resíduos: Com essa ferramenta é possível quantificar os resíduos armazenados, dimensionar autorizações para movimentação de resíduos e obter orçamento estimado de coleta, transporte e tratamento. A Calculadora disponibiliza estimativas do volume de efluentes industriais, efluentes sanitários, resíduos de restaurantes e chorume gerados pelas empresas por meio de dados básicos, possibilitando que os gestores não fiquem no escuro e evitem surpresas indesejáveis.

Buscador de transportadoras

Buscador de transportadoras: a solução tem o objetivo de facilitar a busca por empresas que realizam o transporte de resíduos e efluentes. Com ela é possível descobrir quais são as melhores opções de transportadoras para cada necessidade, acessar as principais informações de contato e a distância entre a empresa e a transportadora, além de facilitar a contratação com as sugestões de parceiros da Tera Ambiental.

Atualmente, é indispensável que as indústrias realizem o tratamento de efluentes de forma adequada. Desse modo, evitam multas e outras penalidades, além de otimizarem a imagem perante o público e auxiliarem a preservação ambiental.

Contar com a parceria de uma empresa experiente e preocupada com a sustentabilidade, como a Tera Ambiental, faz toda a diferença na realização de um tratamento de efluentes seguro, que vai de acordo com a legislação e auxilia na otimização da imagem das indústrias.