Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Sua empresa gera passivos ambientais?  Entenda a importância de administrá-los corretamente

Publicado em 19/06/2019 14:15

Sua empresa gera passivos ambientais?

Como se sabe, os processos realizados por muitas organizações acarretam prejuízos ao meio ambiente. Entre eles estão os ciclos produtivos, a extração de matéria prima, entre outras atividades. Ao mesmo tempo, as empresas potencialmente poluidoras possuem diversas obrigações legais para compensar os impactos causados, cujo nome se dá como passivo ambiental.

 

Pensando na relevância do tema, elaboramos esse post para tornar claro o conceito e auxiliar as organizações a cumprirem suas responsabilidades.  

 

O que são passivos ambientais?

 

Na área de contabilidade e economia muito se fala em ativos e passivos para definir os bens e direitos que a empresa possui, bem como suas dívidas e obrigações, respectivamente. A partir da preocupação crescente com a preservação da natureza os termos foram incorporados também na área ambiental. Nesse caso, os ativos ambientais são os materiais e equipamentos já adquiridos e disponibilizados pela organização com o intuito de controlar os impactos ambientais, assim como preservar e recuperar o meio ambiente.

 

Já os passivos ambientais, dos quais estamos tratando aqui, podem ser definidos como as obrigações, de curto e longo prazo, que as empresas potencialmente poluidoras assumem com o objetivo de minimizar o desequilíbrio ambiental causado.  Entre eles, a poluição ambiental, que envolve os rios, o ar e o desmatamento de áreas verdes. Veja abaixo alguns compromissos que podem ser assumidos de acordo com os resíduos gerados pelas empresas:

  • Destinação correta de resíduos líquidos e sólidos por meio de sistemas e técnicas específicos;
  • Recuperação de áreas degradadas;
  • Pagamento de indenizações e multas por danos ambientais;
  • Reflorestamento;
  • Desenvolvimento de projetos para amenizar danos.

 

Passivos ambientais podem auxiliar empresas a criarem estratégias voltadas ao meio ambiente

 

Os passivos ambientais incluem ações e estratégias ambientalmente responsáveis, além de medidas preventivas em que as organizações assumem um compromisso para minimizar ao máximo os impactos.  Além disso, com atitudes ambientalmente responsáveis, as empresas previnem despesas envolvidas no passivo ambiental, seja pela recuperação de áreas ou pelo pagamento de grandes quantias em indenizações, por exemplo.

 

Como lidar com a questão na prática

 

Agora que você sabe do que se trata o conceito e sua importância, tanto para evitar a degradação ambiental quanto graves sanções, pode estar se perguntando como lidar com a questão na prática. Para começar, deve-se partir do princípio de que prevenir é sempre a melhor solução.

 

Adotar atitudes ambientalmente corretas, além de reduzir os prejuízos financeiros, preserva o meio ambiente e consolida a imagem da organização como consciente e responsável. Nesse cenário, a realização do tratamento dos efluentes industriais gerados no processo produtivo das empresas é um caminho operacional e ambientalmente positivo, já que é uma atividade que não apenas promove a destinação final correta do efluente tratado, bem como garante que os passivos gerados como o lodo, por exemplo, não sejam encaminhados para aterros sanitários e assim constituem altas multas à empresa.

 

É importante saber que, por mais que uma organização já tenha um parceiro especializado, é essencial ter conhecimento de que esse fornecedor não está gerando nenhum passivo ambiental, o que torna a empresa contratante corresponsável.

 

Afinal, muitos efluentes industriais são complexos e necessitam de diferentes tipos de tratamento antes de serem descartados ou reutilizados. Portanto, é essencial que as empresas geradoras de resíduos avaliem todo o ciclo de destinação dos efluentes. Inclusive, há alternativas de reaproveitamento do lodo por compostagem, resultando na transformação do resíduo em fertilizante orgânico composto.

 

Nesse caso, não existe a geração de passivos ambientais e a organização se torna isenta de qualquer corresponsabilidade ambiental. O conceito de Upcycling, que consiste na reutilização criativa em favor da sustentabilidade, oferece alternativas seguras e eficazes de transformação de resíduos antes indesejados em novos produtos de qualidade e valor ambiental com a produção de fertilizante orgânico composto para a agricultura. Uma atividade que se conecta e promove a Economia Circular em todo seu potencial.

 

Quer saber mais sobre passivos ambientais e outros assuntos? Continue acompanhando o blog da Tera Ambiental!

New Call-to-action

Tópicos: meio ambiente

Deixe seu comentário

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados