Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Dia Mundial do Meio Ambiente: como vamos além do discurso com a reciclagem de efluentes e resíduos

Publicado em 05-06-2019 10:00

Dia Mundial do Meio Ambiente

Toda atividade, principalmente de caráter empresarial, tem efeitos ambientais com a geração de resíduos como consequência inevitável nos processos industriais, provocando impacto ambiental acentuado em muitas regiões do mundo.


A medida que os problemas ambientais ficaram mais evidentes e a ideia de qualidade no setor produtivo ganhou consistência, percebeu-se que o controle de impactos ambientais só seria efetivo através de um Sistema de Gestão Ambiental. Ao mesmo tempo o foco migrou para alternativas ambientalmente corretas e pioneiras de tratamento com técnicas avançadas de prevenção de poluição ou adoção de tecnologias renováveis.


Ao adotar práticas ambientalmente sustentáveis, empresas colaboram para a preservação de recursos naturais, como no conceito Upcycling, onde valorizam e transformam resíduos antes indesejados em novos produtos de qualidade. Também há a Economia Circular, que busca redefinir a noção de crescimento, dissociando a atividade econômica do consumo de recursos finitos apoiada por uma transição, para fontes de energia renovável, baseando-se nos princípios de eliminação de resíduos e poluição, manutenção de produtos e materiais em ciclos de uso e regeneração de sistemas naturais.


Reciclagem de Efluentes: valorização e transformação de resíduos


A Tera Ambiental não só apoia o Dia Mundial do Meio Ambiente como busca contribuir se especializando na valorização de resíduos orgânicos líquidos e sólidos, através de soluções ambientais como o tratamento de efluentes e compostagem termofílica. E foi da procura em viabilizar formas ainda mais eficazes em diminuir o impacto ambiental das atividades industriais e comerciais, que a parceria com a ETE Jundiaí desenvolveu o conceito de reciclagem de efluentes, uma solução pioneira, exclusiva e certificada pelo IBD, na qual todo o lodo sólido proveniente do tratamento dos efluentes realizado pela Cia Saneamento de Jundiaí é transformado através do processo de compostagem, ao invés de serem enviados para aterros sanitários.

 

Para entendermos como a reciclagem de efluentes é feita, primeiro é importante esclarecer que efluentes são caracterizados como esgoto sanitário ou efluentes industriais, possuindo características próprias, inerentes a atividades humanas e processos industriais. Suas propriedades químicas, físicas e biológicas variam de acordo com sua origem. Para que sejam avaliados os parâmetros de tratamento, é necessário que uma amostra do resíduo líquido seja coletada e enviada para caracterização em um laboratório credenciado.


Também é importante considerar o conceito de “reciclagem” estabelecido pela Lei 12.305 de 02/08/2010, a qual institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos e estabelece em seu Capítulo II que: “reciclagem é o processo de transformação dos resíduos sólidos que envolve a alteração de suas propriedades físicas, físico-químicas ou biológicas, com vistas à transformação em insumos ou novos produtos, observadas as condições e os padrões estabelecidos pelos órgãos competentes do Sisnama e, se couber, do SNVS e do Suasa”.


Exemplificamos o entendimento do processo de reciclagem de efluentes na animação abaixo:


Passo a passo: confira as etapas da transformação dos efluentes


Em geral, o processo de reciclagem de efluente inicia-se com uma análise criteriosa sobre o processo de geração e as características dos resíduos, atestadas por análises laboratoriais e testes de tratabilidade em  laboratórios acreditados ISO/IEC 17025, que comprova que as atividades são executadas com precisão e alta qualidade, proporcionando segurança e confiança nas análises realizadas.


Com a tratabilidade comprovada e a autorização ambiental emitida, inicia-se o processo de coleta, transporte e disposição dos resíduos na operação, seguindo as etapas a seguir:


transformação dos efluentes

LEGENDA: Todas as etapas seguem rigoroso controle, cumprindo estritamente as leis ambientais competentes.  


Esse processo torna os efluentes tratados passíveis de serem lançados em corpos hídricos sem prejuízos ao meio ambiente, atendendo as exigências legais em vigor. Em casos específicos, o efluente tratado pode também ser reutilizado em diversas atividades.


Compostagem: transformação de resíduos antes indesejáveis em adubo


O lodo é o principal resíduo gerado no processo de tratamento de efluentes e, em geral, ainda é disposto em aterro sanitário pela maior parte das concessionárias de saneamento. A Tera Ambiental realiza compostagem com todo lodo gerado na ETEJ. Com isso, promove a reciclagem de nutrientes que retornam ao solo através do fertilizante orgânico composto resultante desta operação.


Na Tera Ambiental existem duas formas de realizar a compostagem: aeração por revolvimento ou aeração por sopradores, conforme fluxos ilustrados abaixo:


1) COMPOSTAGEM AERADA POR REVOLVIMENTO

 

Aeração por revolvimento

 

2) COMPOSTAGEM AERADA POR SOPRADORES

 

Aeração por sopradores

 

Alternativa ambiental correta, segura e definitiva, a compostagem atende a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), contribuindo diretamente com a redução de passivos ambientais e esgotamento dos aterros com a valorização de resíduos e aproveitamento agrícola da matéria orgânica.


Tangibilização da reciclagem e do ciclo ambiental


Com o tratamento do lodo biológico gerado pelo processo junto a outros resíduos industriais e agroindustriais, concluímos uma etapa fundamental do ciclo ambiental que permeia todas as atividades da reciclagem de efluentes e resíduos com a produção do fertilizante orgânico composto Terafértil, rico em matéria orgânca, registrado no MAPA-Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e comprovadamente eficiente em diversas culturas agrícolas como café, cana de açúcar, frutíferas, grãos, paisagismo, entre outras.


Confira os benefícios ambientais e produtivos do fertilizante orgânico composto Terafértil:



Dia Mundial do Meio Ambiente 2019


Celebrado no dia 05 de junho, a data foi criada em 1972 na Assembleia Geral das Nações Unidas que marcou a abertura da Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente Humano, conhecida como Conferência de Estocolmo. Nessa Conferência, a ONU criou o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e apresentou a Declaração da Conferência da ONU sobre o Meio Ambiente, que apresenta princípios que visam à melhoria da preservação do meio ambiente.


Tendo como tema principal este ano a poluição do ar e todas as consequências para a qualidade de vida da sociedade, a ONU criou a campanha #BeatAirPollution ou em tradução livre “Vença a poluição do ar”.  


Confira mais detalhes  no site oficial da ONU clicando aqui.

 

 

Reciclagem de Efluentes Tera Ambiental

Tópicos: Dia mundial do Meio Ambiente

Deixe seu comentário

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados