Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Conheça as 5 características que definem a sustentabilidade corporativa segundo a ONU

Publicado em 15-01-2020 16:00

 

Para que uma organização se mantenha sólida em um mercado altamente competitivo, e onde interações sociais e econômicas podem causar instabilidade, é fundamental que modelos de negócios ultrapassados passem a se adaptar a conceitos como o de sustentabilidade empresarial. Afinal, essa é a forma de conduzir os processos corporativos com equilíbrio, e em sintonia com as variadas esferas da sociedade.

Como a preocupação com a sustentabilidade no âmbito organizacional é relativamente recente, muitos gestores ainda não compreendem bem a importância de adquirir matérias-primas e serviços de fornecedores idôneos, bem como aumentar a produtividade e vender mais alcançando bons resultados econômicos, ao mesmo tempo em que reduzem os impactos ambientais.

 

Para começar, ser sustentável não significa apenas ter iniciativas em prol do meio ambiente ou ter um forte investimento social. Significa também e, principalmente, ter a sustentabilidade na gestão, na tomada de decisão e nos processos cotidianos.

 

Para alinhar os processos dentro das organizações, o Pacto Global das Nações Unidas criou o Guia de Sustentabilidade Empresarial: Criando um Futuro Sustentável. O documento traz as 5 principais características que definem a sustentabilidade corporativa, e mostra as contribuições práticas da maior iniciativa voluntária para a responsabilidade empresarial. 

São elas:

 

  • 1. Ter uma atuação baseada em princípios universais

    A integridade deve ser um dos fatores que compõem o conceito de sustentabilidade, ou seja, organizações que alinham seus processos operacionais respeitando as responsabilidades fundamentais na área do trabalho, direitos humanos, meio ambiente e combate à corrupção.

  • 2. Dinamizar ações que apoiem a sociedade

    Entre os indicadores de sustentabilidade estão o fortalecimento da sociedade, por meio da preocupação de empresários com fatores que vão além de sua estrutura. Entre eles estão a pobreza, a escassez de recursos, os conflitos e a força de trabalho em instrução.

  • 3. Comprometer-se com a sustentabilidade no DNA corporativo, ao nível mais elevado

    Atingir o objetivo de cumprir com a sustentabilidade ambiental depende de uma mudança no DNA da empresa, da forma mais elevada possível. Isso quer dizer que os gestores devem entender que as ações sustentáveis não são adicionais pontuais aos processos, mas sim uma atividade que deve ser incorporada no dia a dia de uma organização e na forma com que desempenha suas atividades.

  • 4. Publicar relatórios anuais com os seus esforços

    A ONU estabelece que uma das características de empresas que praticam a sustentabilidade, é a geração de relatórios anuais que demonstrem as estratégias criadas para atingir o objetivo. Essa é uma das principais formas de um negócio prestar contas à sociedade e ao mercado sobre sua atuação, e fazer com que demais organizações possam se espelhar em boas práticas sustentáveis.

  • 5. Incentivar o envolvimento com as comunidades locais

    O envolvimento das empresas no desenvolvimento da comunidade faz parte da sustentabilidade empresarial, pois fortalece a sociedade civil e reforça valores democráticos e cívicos. Desse modo, é papel das organizações contribuírem com a qualidade de vida da população, desde a geração de empregos até ações de capacitação, cultura, saúde e educação.

Vantagens de implementar práticas empresariais sustentáveis

 

Não é por acaso que tantas organizações já vêm implementando o conceito de sustentabilidade corporativa, adicionando-a em suas operações. Isso se dá em função de uma série de benefícios trazidos pela prática. Confira alguns deles:

  • atender suas demandas internas e obter diferencial competitivo;
  • ter acesso a incentivos governamentais;
  • atrair novos mercados para os produtos e serviços;
  • redução de custos de produção, envolvendo desde os materiais até o consumo de água e energia;
  • auxílio no desenvolvimento sustentável da sociedade;
  • satisfação do consumidor, que se identifica com os valores da empresa;
  • maior atração de investidores.

Para introduzir a sustentabilidade empresarial, é essencial que esse compromisso seja integrado à cultura organizacional, de modo com que permaneça enraizado. 

Para isso, é necessário se envolver com stakeholders, elaborar um planejamento bem estruturado, promover treinamentos, montar equipes de liderança e fazer análises periódicas para ajustar estratégias.

 

Leia mais em:

 

Ao implementar a sustentabilidade em seus princípios e ações, as organizações contribuem tanto para os seus bons resultados quanto para toda a sociedade. Afinal, gerações futuras dependem de um novo modelo de administração, que respeite a capacidade do planeta para suportar o ritmo dos avanços.

Tópicos: sustentabilidade

Deixe seu comentário

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados