Reciclagem de Efluentes Industriais e Chorume
Solução de Tratamento de Efluentes Sanitários e Caixa de Gordura
Matéria Orgânica Transforma

Corresponsabilidade ambiental - 3 motivos para ser diligente na contratação de serviços ambientais

Publicado em 12-12-2012 12:00

Corresponsabilidade ambiental - 3 motivos para ser diligente na contratação de serviços ambientais

Acreditamos que a maioria, senão todas as nossas centenas de clientes, tem uma preocupação pessoal e legítima com o dano que suas atividades podem estar causando ao meio ambiente.

 

Gostamos de acreditar que este foi o motivo que nos escolheram para a importante e nobre tarefa de cuidar da disposição de alguns de seus resíduos.

 

Falaremos mais, em outros blog posts, sobre essa preocupação filosófica, que acreditamos ser a mais importante quando se fala de serviços ambientais. Mas este blog post discorre sobre o assunto de maneira concreta, jurídica.

 

A responsabilidade civil por dano ambiental é objetiva e foi estabelecida pelo artigo 14, § 1º da Lei 6.938/81 e a Constituição Federal a recepcionou no § 3º do artigo 225.

 

Grifamos abaixo os trechos relevantes dos textos:

 

1. LEI Nº 6.938, DE 31 DE AGOSTO DE 1981 - Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente 

 Art 14 - Sem prejuízo das penalidades definidas pela legislação federal, estadual e municipal, o não cumprimento das medidas necessárias à preservação ou correção dos inconvenientes e danos causados pela degradação da qualidade ambiental sujeitará os transgressores:

 

§ 1º - Sem obstar a aplicação das penalidades previstas neste artigo, é o poluidor obrigado, independentemente da existência de culpa, a indenizar ou reparar os danos causados ao meio ambiente e a terceiros, afetados por sua atividade. O Ministério Público da União e dos Estados terá legitimidade para propor ação de responsabilidade civil e criminal, por danos causados ao meio ambiente. 

 

Para continuar lendo o texto completo: Clique aqui>>


2.
CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 

 

Art. 225. Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá- lo para as presentes e futuras gerações. 

 

§ 3º - As condutas e atividades consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os infratores, pessoas físicas ou jurídicas, a sanções penais e administrativas, independentemente da obrigação de reparar os danos causados.

 

Para continuar lendo o texto completo: Acesse aqui>>


3.
LEI DE CRIMES AMBIENTAIS 

 

Vale a pena também se informar sobre a Lei de Crimes Ambientais que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente.

Para continuar lendo o texto completo: Clique aqui>> 

 

Em especial, recomendamos ler: Artigos 2, Artigo 3, Artigo 15 alínea o e r, Artigo 54, Artigo 66 e Artigo 67. 

 

Independentemente de seu cargo ou função na sua empresa, se a decisão sobre o destino dos resíduos passa por você, você é corresponsável.

 

Nós da Tera encaramos essa realidade como mais um incentivo para nos dedicarmos ao máximo no nosso trabalho e trazermos a você uma alternativa diferente para o tratamento de seus resíduos, nos dedicando a cumprir além das normas que a legislação exige, pois nosso foco não é com o cumprimento de leis para evitarmos possíveis penalidades, mas oferecermos todas as possibilidades para um tratamento correto, seguro e eficiente, sempre visando o compromisso que temos com o meio ambiente. 

 

CTA - Guia para destinação e tratamento de efluentes

Tópicos: responsabilidade ambiental, coresponsabilidade ambiental

Deixe seu comentário

 

Receba nossos artigos

Busca Por Artigos

biblioteca-digital-tera-ambiental
New call-to-action
Descomplicando o tratamento de efluentes

Siga Nossas Páginas Nas Redes Sociais

Últimos Artigos

Artigos mais acessados